10/05/2021 15:27

Empregados CAIXA farão Dia de Luto amanhã (11/5)

undefined

 

Já são mais de 422 mil mortes por Covid-19 no Brasil até hoje (10).

Somente em Pernambuco, 14.518 óbitos, 27 registrados apenas ontem (domingo, 9), além de 893 novos casos. O estado pernambucano totalizou 424.538 infectados. 

Por isso, a APCEF/PE apoia o “Dia de Luto e Luta”, ato nacional que convida os empregados CAIXA a irem trabalhar amanhã, terça-feira, (11), vestidos de preto para protestar pelas milhares de mortes por uma doença que já tem vacina e pela vacinação para todos já.

“Nós, trabalhadores da CAIXA que possibilitamos que o pão seja servido à mesa de metade da população brasileira beneficiada pelo auxílio emergencial, programa operado exclusivamente pela CAIXA. Também atuamos na linha de frente atendendo milhões de brasileiros todos os dias, inclusive nos finais de semana e feriado, colocando nossas próprias vidas em risco, assim como de nossos familiares, outros colegas e da própria população. Queremos ser incluídos entre os grupos prioritários de vacinação para proporcionarmos atendimento com segurança a todos”, declarou o presidente da APCEF/PE, Marconi Apolo.

A ação é promovida pela Comissão Executiva de Empregados da CAIXA – CEE/CAIXA com apoio da Contraf-CUT e da FENAE.

A data foi escolhida por ser o dia da mesa de negociação permanente da CEE/ CAIXA com o banco.

O ato também será uma mobilização pela vacina já, por condições seguras de trabalho e pela CAIXA 100% pública. 

“Temos muitos motivos para realizar este ato. Perdemos dezenas de colegas para a doença, centenas foram contaminados. Muitas mortes poderiam ter sido ser evitadas se não fossem o negacionismo do governo que não garantiu as vacinas com antecedência, a irresponsabilidade em deixar o pagamento do auxílio emergencial somente com a Caixa, o que causou enormes filas nas agências e colocou os empregados e a população em risco”, disse Jorge Furlan, integrante da CEE/Caixa e diretor do Sindicato dos Bancários do ABC Paulista. 

Segundo Carlos Augusto Silva (Pipoca), desde o último dia 22, os empregados da Caixa decidiram, em assembleia, decretar greve. Há duas semanas, fizeram 24 horas de paralisação por diversas reivindicações, entre elas a vacinação para a população e para os trabalhadores do banco, além do reforço nos protocolos de prevenção e mais contratações. 

Tuitaço, às 10h

As entidades representativas de empregados da CAIXA também promoverão um “tuitaço” amanhã, às 10h, com as hashtags: #EmpregadosCaixaEmLuto #LutoPelasVítimas #SomosMaisQueNúmeros #VacinaJá.

“Mais de 60 colegas já morreram e vimos centenas se afastarem do trabalho por coronavírus. A situação em nosso estado também é crítica. Vamos nos unir aos colegas de todo o Brasil nessa mobilização por vacina a todos os colegas da CAIXA a todos os brasileiros”, convocou Apolo.

 

Compartilhe